Saiba como escolher a máquina de cartão para o seu negócio

4 minutos para ler

O uso de máquinas de cartão aumenta consideravelmente a cada ano, mesmo com a oscilação da economia.

Isso porque cada vez menos pessoas usam dinheiro em espécie, tanto por motivos de segurança como por comodidade. Afinal, é complicado sair para jantar, por exemplo, e ficar controlando quanto gasta, com medo de não ter dinheiro ‘vivo’ suficiente na carteira para pagar a conta.

Além disso, o uso do cheque despencou quase 80% nos últimos 20 anos, segundo dados da Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

Portanto, os empreendedores preocupados em expandir seus projetos devem tomar o uso da maquinha de cartão como requisito indispensável.

A solução de pagamento via transações eletrônicas, beneficiam o lojista tanto em segurança como em satisfação.

Analisar essas atualizações e os avanços dentro do mercado é estar atento ao que ele tem a oferecer e como essas mudanças podem agregar ao seu negócio.

As principais vantagens do uso das máquinas de cartão são a redução da inadimplência, a segurança e, consequentemente, o aumento das vendas.

Além de não haver necessidade de troco, o que diminui possíveis divergências no fluxo de caixa e até o recebimento de notas falsas.

É por isso que as máquinas de cartão estão sendo adotadas com mais frequência por todo mundo – pessoas físicas, comerciantes, microemprendedores individuais, lojistas, empresários e grandes empresas. A tendênca é que as transações financeiras sejam, cada vez mais, feitas no ambiente digital.

Com a popularização das máquinas, o mercado conta com diversas opções para vários tipos de empreendimentos. Veja as principais características para escolher a melhor solução para o seu negócio:

1. Custo fixo: existem opções de aluguel com pagamentos mensais e anuais.

2. Suporte: confira o suporte operacional e técnico que a empresa da máquina oferece.

3. Taxa: as fornecedoras dessas maquininhas possuem taxas, que variam de acordo com o seu faturamento e que são descontadas automaticamente da sua conta.

4. Bandeiras: Hoje as bandeiras Master e Visa dominam o mercado com mais de 60% das transações, portanto, fique atento para que sua maquininha aceite estas marcas.

5. Antecipação: nas operações no cartão de crédito – parceladas ou não, o lojista pode solicitar a antecipação do valor devido. Esse fluxo muitas vezes é feito totalmente online, tudo depende do contrato.

6. Parcelamento: em alguns casos, as taxas podem ser repassadas para o cliente ou arcadas pelo lojista. Não são todas as máquinas que oferecem essa opção e também é necessário estar atento aos juros cobrados.

7. Serviços agregados: Analise o modelo que se encaixa em seu perfil e o cenário viável de acordo com a linha de produtos ou serviços que sua empresa oferece.

Taxas

As máquinas de cartão possuem taxas cobradas de diferentes formas. Para as operações com débito elas costumam ser menores, mas é importante ter uma opção que ofereça tanto débito quanto crédito, assim, além de atender o maior público possível, esse investimento ajuda no aumento das vendas e do faturamento.

As principais taxas são para:

  • Aluguel/Manutenção:  podem ser cobradas taxas mensais referentes ao aluguel e/ou a manutenção da máquina. Quando a máquina é comprada pelo lojista, não pode haver custo de aluguel.
  • Taxa de operação: via de regra se refere a um percentual do (s) valore (s) transacionados pela máquina, para custear toda a estrutura de processamento das transações.
  • Taxa de antecipação: Caso seja a opção do lojista antecipar o valor, essa taxa equivale ao custo do dinheiro antecipado.

Todas as empresas podem adquirir uma máquina de cartão. Hoje em dia, qualquer pessoa utiliza essa opção para realizar mais vendas.

SE você é MEI, então também tem esse direito. Vale lembrar que nesses casos as empresas podem facilitar a aquisição da máquina com taxas menores. Outra opção para oferecer essa oportunidade aos clientes a um custo menor é buscar empresas que oferecem maquininhas mais simples.  

Quer saber mais? Acompanhe nossa página no Facebook, nosso perfil no Instagram e nosso site.

Posts relacionados

Deixe um comentário