Não cometa estes sete erros muito comuns entre empreendedores iniciantes

4 minutos para ler

Abrir o próprio negócio é um desafio. Conhecer o meio, planejar a sua empresa e investir dinheiro com sabedoria é só o primeiro passo. Os pormenores do mercado e os detalhes operacionais podem deixar os empreendedores de primeira viagem confusos, afinal, imprevistos acontecem e é preciso ter jogo de cintura para saber como lidar com os problemas.

Com a Trust, os empreendedores têm todo o apoio necessário para tirar do papel o primeiro projeto empresarial. Você pode ter até o dobro em limite de crédito sobre toda a sua movimentação como antecipação de duplicatas, cartão pré-pago e conta de pagamento digital.

Para crescer no mercado, além do apoio financeiro, é importante não cometer estes sete erros muito comuns entre os empresários iniciantes. Confira:

1 – Subestimar a importância do capital de giro

Empresas novas precisam de tempo para se estabelecer no mercado. A falta de capital de giro pode engolir aquelas que não se preparam para funcionar no vermelho durante os primeiros passos. É esse dinheiro que vai funcionar como reserva e como forma de liquidar pagamentos para fornecedores e funcionários. Com a Trust, você tem uma linha de crédito personalizada, com análise em até duas horas e pagamento 100% digital.

2 – Acreditar em formas milagrosas de ganhar dinheiro rápido

Histórias de sucesso meteórico nos negócios podem ser duvidosas. Projetos mirabolantes e esquemas que prometem dinheiro fácil e rápido devem ser vistos com desconfiança. Invista mais do que dinheiro em sua nova empresa: invista tempo. Pesquise o mercado, estude outras empresas e esteja preparado para passar algum tempo ajustando o negócio à situação econômica.

3 – Perder o controle sobre o fluxo de caixa

Nos primeiros meses de empresa, o controle estrito sobre o fluxo de caixa é mais do que importante, é uma questão vital. Para isso, os cartões de crédito pré-pagos da Trust são a melhor opção. Com eles, você controla os gastos da empresa de uma forma mais simples, tudo através da conta de pagamento digital, sem a cobrança de taxas e anuidades, com acesso a saques pela rede Banco 24hs.

4 – Sentir-se na zona de conforto

A tentação de começar um negócio de maneira informal pode ser grande, mas não vale a pena. A economia que a sua empresa faz ao fugir dos impostos de pessoa jurídica não compensa a estagnação financeira associada aos negócios informais. Sem CNPJ, você não pode emitir notas, nem ter máquinas de cartão ou receber crédito personalizado com taxas mais competitivas.

5 – Desorganização

Ter total controle financeiro é obrigatório em seu primeiro negócio. Com a conta digital Trust, você faz pagamentos, transferências e depósitos sem sair da empresa, não paga taxa de manutenção e escapa da burocracia bancária com um serviço prestado especialmente para a sua empresa. Assim, você administra todas as operações do seu negócio sem perder tempo na fila do banco.

6 – Misturar as despesas pessoais com as da empresa

Donos de pequenos negócios devem evitar ao máximo usar o dinheiro da empresa para pagar contas pessoais. Na fase de planejamento do seu negócio, estabeleça um pró-labore de acordo com as suas necessidades e invista o dinheiro da empresa na própria empresa. Só assim o negócio terá chances de se expandir e de se manter competitivo no mercado.

7 – Deixar de negociar com os seus fornecedores

Corte de gastos deve ser a prioridade número um para novas empresas. Tente proteger o fluxo de caixa negociando diretamente com os seus fornecedores conforme a necessidade da sua empresa. Muitas vezes, pagar fornecedores à vista pode ser vantajoso a longo prazo. Use o adiantamento de duplicatas da Trust para conseguir aquele respiro e negociar preços melhores!

Quer saber mais? Fique ligado em nosso blog e também em nossas redes sociais: Facebook, Instagram e LinkedIn.

Posts relacionados

Deixe um comentário